Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
vitor51788073

NBA: Uma Nova Forma De Apostar Nos Jogos De Basquete Dos Estados unidos

Jogos De Scooby Doo Big Air


Você já parou para pensar quantas horas por semana você joga videogame? Quantas horas de trabalho duro você dedica para atingir o próximo nível, comprar aquela armadura rara e derrotar aquele chefe que num primeiro momento parecia impossível? Para onde vai todo esse tempo? O que absorvemos com tudo isso?


Ao que parece, nós jogadores, passamos muito tempo nos esforçando ao máximo apenas para sermos melhores jogadores - e recebendo altas doses de adrenalina e dopamina durante o processo. “O americano médio possui em torno de 15 Melhores Jogos Gratuitos Para o Android 2018 acumuladas aos 21 anos, comparadas às 2 ou 3 mil horas de leitura”, afirma o escritor e game designer especializado em educação, Marc Prensky. Embora a afirmação possa parecer assustadora, é fácil entender por que as pessoas passam tanto tempo jogando.


E se, ao invés de oferecer um mundo gigantesco de fantasia medieval para você mergulhar de cabeça, o jogo transformasse seu próprio mundo em cenário para uma experiência gratificante e envolvente? A Parte Gráfica Também Está Excelente , ao invés de matar bandidos virtuais, sua missão fosse salvar vidas reais? Essa é a ideia por trás do excelente livro Reality is Broken (inédito no Brasil), da game designer e pesquisadora Jane McGonigal, a “rainha” dos Alternate Reality Games (ARG). “Esses jogos nos ajudam a identificar problemas do mundo real e estudá-lo a partir de múltiplos e massivos pontos de vistas”, diz Jane, falando sobre o poder da cooperação no meio online, onde todos os indivíduos estão conectados.


“Eles apresentam o problema de uma forma envolvente e nos ajudam a compilar um registro de inúmeras estratégias para solucioná-lo. A essa altura, você já deve ter ouvido falar do termo gamification que é amplamente discutido em "Reality is Broken". Em seu livro, Jane cita dezenas de jogos ou projetos que usam elementos de jogos, em maior ou menor grau, como forma de motivar as pessoas a realizarem coisas que, normalmente, não seriam tão divertidas - isto é, "gamificar".



  • Tiếng Việt


  • Not a Hero, PS4

  • Eternium: Mage and Minions

  • Planeta dos Macacos: O Confronto (2014)

  • Ben 10 Moto Ride 2



Quem sabe assim algumas centenas ou milhares das 3 bilhões de horas globais gastas com videogame por semana, segundo a autora, não são direcionadas a algo com impacto no mundo real? Sabe o que é mais legal? Separamos alguns dos melhores jogos e projetos citados em "Reality is Broken", em que suas ações não apenas possuem impacto no mundo real como contribuem para melhorá-lo de alguma forma.


Você não irá mudar o mundo com Chore Wars, mas provavelmente irá tornar sua casa mais limpa - o que não deixa de ser o SEU mundo, certo? Cada jogador possui um avatar no site do jogo, através do qual os participantes de um mesmo lar atualizam seus personagens a cada tarefa cumprida, subindo de nível bem como no seu RPG favorito e competindo pelo personagem mais poderoso. Tarefas mais trabalhosas rendem mais pontos de experiência e moedas de ouro, que podem ser trocadas por favores ou recompensas pagas pelos outros participantes (drinks são sempre uma boa opção).


De repente, você se pega disputando com seu grupo de amigos ou família por uma privada suja ou pela maior pilha de louças da semana! Sparked é uma plataforma de “microvoluntarismo” (termo designado pelo próprio criador do site, Jacob Colker) baseada na coletividade das redes sociais. A partir dessas informações, o site filtra dentre as centenas de missões disponíveis apenas aquelas que possam despertar seu interesse.


As missões podem envolver, por exemplo, a criação de um logotipo, a tradução de um texto, sugestões de ideias, uma fotografia ou a busca por investidores para algum projeto social - nada muito trabalhoso ou demorado. Os próprios usuários avaliam a participação dos voluntários, que vão ganhando recomendações e pontos virtuais, criando assim uma rede crescente e autossustentável. O site ainda está em inglês e é frequentado principalmente por americanos, mas organizações do mundo inteiro já estão disponibilizando todo tipo de missão, todas com uma mesmo propósito: fazer um mundo melhor. 11 Rumores Sobre O Novo Xbox Da Microsoft /p>

Divulgação Quer ajudar a ciência de verdade? Free Rice é provavelmente a maneira mais fácil e divertida de contribuir para o combate à fome: participando de um quiz social. Cada resposta correta é convertida em 10 grãos de arroz, que saem da sua tigelinha virtual e são enviados à programas de combate à fome no mundo, pagos pelos anunciantes do site.


Existem milhares de perguntas, divididas em diferentes temas e dificuldade, além de listas de grupos e placares online, que incentivam a competição. Free Rice é tão legal que enquanto você testa seu conhecimento, você bota comida no prato de pessoas necessitadas. Tem forma mais divertida e acessível de altruísmo? Dirigido pela própria Jane McGonigal, Evoke inspira os jogadores a encontrarem soluções criativas para problemas do mundo real. Ao assumir Lista Reúne Os Melhores Jogos Gratuitos Do Console PS3 identidade, o jogador investiga cada tema e propõe soluções juntamente com outros participantes, em um completo ARG que envolve textos, matérias de jornais, vídeos e redes sociais . Cada missão incita e inspira o jogador a realizar algo concreto para ajudar sua comunidade, como a plantação de um jardim comunitário para fornecer alimentos a pessoas carentes. O jogador envia uma evidência de sua ação (fotos, relatos etc) e é avaliado por outros jogadores.


Tags: Continuar
(PRO)
No Soup for you

Don't be the product, buy the product!

close
YES, I want to SOUP ●UP for ...